Category Dicas

À conversa com Rita e Pedro

Como se conheceram ?

Conhecemo-nos na escola. Andava eu (Rita) no meu 8 ano, quando no intervalo me esbarrei contra ele ao atravessar uma esquina para ir para o bar da escola (foi a primeira vez que o vi, e que nunca mais consegui esquecer aquela carinha laroca )

 

Como foi feito o pedido de casamento ?

Estávamos os dois a almoçar num restaurante, onde costumamos ir muitas vezes, onde de repente o menino Pedro se levanta com esta questão : “mas olha lá, tu sempre gostavas de casar ou não? É que se não queres eu desisto já da ideia!” (pedido para rondar se a resposta iria ou não ser positiva)

Como viu que os meus olhinhos estavam a brilhar com esta conversa, fez o pedido “a sério”, no dia do meu aniversário, na quinta da Regaleira , no cimo de uma torre. Com tudo ao que tive direito 🙂 até vídeo.

Como conheceram o trabalho da Centrimagem ?

Conhecemos o trabalho da Centrimagem na feira dos noivos no Montijo. Adorámos os videos e álbuns que nos mostraram, mas principalmente a simpatia e disponibilidade para connosco.

Descrevam o vosso dia de casamento

O dia do nosso casamento foi realmente maravilhoso. Foi um ano de muito trabalho para conseguirmos concretizar este dia, mas que se voltasse atrás faria o mesmo esforço, porque é algo que nos irá ficar na memória para sempre. Tivemos o momento mágico da igreja. Depois na quinta foi excelente, comemos bem, bebemos bem (assim como a equipa de foto e video pôde comprovar ) e divertimos-nos muito muito. Todas as equipas que contratámos foram excepcionais. Amá-mos 🙂

Dicas para futuros noivos
Aproveitar o melhor possível em tudo, pois o dia parece ter 3 horas e, acima de tudo, não stressar com nada. Foi o que eu fiz e resultou muito bem.

Quinta: Quinta das riscas 2
Vestido noiva: Art & Chic
Fato noivo: Carven
Florista: ida ao bosque
Make up: Kikas make up

Casamento Catarina e Ricardo

De sorriso tímido mas com uma alegria contagiante é assim que lembramos o casamentos da Catarina e Ricardo.

Um dia em que o Sol brilhou, tornando o dia um verdadeiro conto de fadas.

 

Dica Uma cerimónia inesquecível

Uma cerimónia inesquecível!

A cerimónia é a parte mais importante do ritual do casamento. O momento da cerimónia deve ser o mais íntimo e personalizado possível, que possa ser recordado para sempre como algo especial e único.

Independentemente de ser uma cerimónia civil ou religiosa, é obrigatória a passagem pela conservatória do registo civil para tratar do processo de casamento.

Existem duas formas oficiais de celebrar uma cerimónia, ou civil ou a religiosa. Caso partilhem da mesma religião e não exista nenhum impedimento, talvez a cerimonia religiosa seja a mais adequada.

Mas caso queiram uma cerimonia na praia, esta não é possível. Por isso é importante decidirem o que realmente valorizam.

Este é o momento mais pessoal, por isso sigam o vosso coração.

Dica A escolha dos padrinhos

Logo a seguir aos noivos, as pessoas mais importantes na celebração de um casamento são os padrinhos.

Ser padrinho ou madrinha de um casamento implica ser alguém íntimo dos noivos.

Além de ser íntimo dos noivos, deve ser adulto e responsável. Alguém com quem se possa contar nem que seja para “chorar no ombro”.

Ser padrinho ou madrinha além de ser uma peça fundamental num casamento é preciso ter consciência que deverá participar de uma forma ativa em todos preparativos do casamento.

Hoje em dia, já se começa a usar muito as damas de honor ou cavalheiros de honra pois já é permitido ter diversos padrinhos, embora apenas dois casais de padrinhos possam assinar como testemunhas.

Não se dever ter mais de seis casais de padrinhos, dado que mais de seis tornarão o altar da cerimónia um espaço demasiado “povoado”.

É importante ter em conta que quando não existem papéis oficiais para todos aqueles que desejavam, inventem novas formas de esses amigos ou familiares se sentirem especiais. Por exemplo, peçam-lhes para fazerem uma leitura especifica ou para cantarem durante a cerimónia.

Dica quem convidar!

A Lista de convidados

Uma das maiores “dores de cabeça”, quem convidar?!?

A lista espelha um pouco o tipo de casamento que vão querer, pois podem optar por um momento mais intimo só com a família e amigos mais próximos ou então por uma grande festa onde convidarão não só o núcleo mais duro mas também as pessoas que façam parte da vossa vida.

É importante pedir ajuda aos Pais pois a festa também é um pouco deles, e podem vos aconselhar melhor sobre a família mais afastada.

Da lista de convidados, contem com cerca de 80% de respostas afirmativas ao vosso convite. No entanto, ajam como se todos fossem comparecer, preparando tudo sob essa perspectiva optimista.

Uma coisa devem de ter em conta, independentemente das vossas escolhas, o mais importante é que vocês desfrutem do dia com as pessoas que vos são especiais.

1777foto Centrimagem na Quinta do Palhas.

Dica crie o seu dia de sonho!

Está na altura de planear o grande dia..

Mas para isso é preciso ambos os noivos falarem do que pretendem que seja aquele dia, dos seus gostos e dos seus sonhos.

Questionem-se e assentem as ideias que vos permitam vislumbrar o tipo de casamento que será a “vossa cara”.
O primeiro grande passo a definir é o tipo de cerimonia que desejam – religiosa ou civil – e só depois pensem no tipo de recepção que se seguirá.

Para vos ajudar, indico algumas perguntas para fazerem um ao outro:
* Casamento formal ou informal?
* Casamento num jardim ou numa catedral?
* Vestido com cauda de 3 metros ou um vestido mais “cool”?
* Trio de Jazz ou Dj?

São apenas umas ideias para começarem a pensar e assim chegar a uma conclusão. Acima de tudo devem de optar por aquilo que vos identifica e vos apaixona.

IMG_0651 IMG_0652 IMG_0653

Dica turbilhão de emoções!

Planear um casamento implica momentos de maior ou menor tensão. Implica acima de tudo gerir emoções entre ambas as famílias.
Ainda que a mãe goste de “torcer o nariz”, ou a avó ache que “assim é que é” o que interessa é que o casamento é vosso.

Claro que são validas as opiniões, todas serão uma mais valia, mas é importante que a última palavra seja vossa e que vivam aquele momento da melhor maneira possível.
Acima de tudo é importante que se divirtam a planear o dia do vosso casamento e que “vivam” esta fase da com um brilho no olhar.

Ao longo da caminhada vão encontrar várias emoções, umas de euforia, outras de stress mas acima de tudo de muita alegria, sintam que esta etapa é uma fase de muito amor, de muito carinho e recheada de muitas alegrias. Aproveitem e divirtam-se ao máximo!!

Para muitos ainda falta um ano de calendário, mas acreditem que passa a correr e quando chegarem ao dia, não pensem em mais nada, apenas vivam o momento pois esse será único nas vossas vidas.

2840 copy

Dica por onde começar!

Por vezes a falta de conhecimento leva-nos a não fazer aquilo que sonhamos e apostar no que é mais “seguro”.
Talvez um casamento na praia, ao pôr-do-sol, seja o vosso sonho ou talvez num palácio antigo…

Mas afinal o que vocês gostavam de viver com os vossos familiares e amigos?
Gostariam de celebrar uma cerimónia num jardim debaixo de flores, ou numa grande igreja ao som de violinos ou até mesmo num hotel de “cortar a respiração”?

Depois do emocionante pedido e de as “borboletas na barriga” terem passado, vem a realidade, planear tudo. Quem contratar? O que fazer? Como fazer? Enfim uma panóplia de perguntas sem fim…

Existem várias decisões a tomar, a música, o local, as flores, o fotógrafo, o vestido, as alianças…

Não querendo desvalorizar o papel do noivo, mas é sabido que o papel da noiva é muito importante arrisco mesmo a dizer que a noiva é mais proactiva, não que o noivo não tenha interesse, mas faz parte do ser humano.
O mais importante é que saibam partilhar as tarefas para que se tornem um casal mais unido e que tenham uma relação mais equilibrada.

Organizar um casamento em todas as suas vertentes não é uma tarefa fácil . Desde uma opção tão simples como a escolha da data ideal, até à mais complexa, como a calendarização de todas as atividades protocolares, religiosas ou lúdicas, todas as decisões devem ser ponderadas pelo casal, e posteriormente aplicadas da melhor forma possível, de modo a que tudo decorra sem precalços.

Prontos para começarem a listar a vossa lista de prioridades?
Para que nada falte..é importante que registem todas as ideias e façam uma check-list e vão ver como se vão sentir aliviados à medida que essa lista vai diminuindo de tamanho.

calendarioescolar2015-16